domingo, 16 de novembro de 2008

Laxantes e Distúrbios Alimentares

Pagando o castigo que a Ró - http://embuscadacantadaperdida.blogspot.com/,
me deu, aí vai uma das matérias que ela me intimou a postar... rs



O uso excessivo de laxantes é PERIGOSO.

Pessoas com distúrbios alimentares usam os laxantes com um meio de “eliminar” do organismo as calorias indesejadas, e promover perda de peso. Também abusam dos laxantes porque estão constantemente constipadas (intestino “preso”, sem funcionar), por causa da pequena quantidade de alimento que consomem, não fornecendo uma quantidade suficiente de alimento para estimular os movimentos regulares do intestino.

Pessoas com distúrbios alimentares consomem 1, 2 ou até uma caixa inteira de laxantes diariamente. Muitos passam horas no banheiro sofrendo com os efeitos dos laxantes. Esses efeitos podem ser extremamente dolorosos e até mesmo levar a morte.
Os laxantes funcionam estimulando artificialmente o intestino grosso para esvazia-lo, porém isto só ocorre DEPOIS do alimento e as calorias terem sido absorvidos pelo organismo. Por isso quem usa laxantes, só está estimulando seu organismo para perder água e mais nada. Uma perda de peso pode ser notada mas é temporária, e, está relacionada com a perda de água; assim que essa água for reposta e o corpo é reidratado essa perda de peso não existe mais.
O intestino delgado aonde o alimento é digerido e aonde os nutrientes e calorias são absorvidos NÃO PODE SER ESTIMULADO PELOS LAXANTES.
Cada vez que a perda de água se processa, ela pode ser entendida pelo organismo como uma necessidade para reter água, levando a pessoa a sentir-se cada vez mais “estufada”. Nestes casos, a tendência é tomar mais laxantes, acreditando que estes eliminaram o inchaço e levarão a uma perda de peso. Isto como já explicamos, não é verdade. Porque quando e onde o laxante atua, as calorias já foram absorvidas. Além disso todos os laxantes reduzem os níveis de fluido corporal, podendo causar desidratação.


PERIGOS

Existem muitos efeitos a curto e alongo prazo que os laxantes podem causar no seu corpo. A seguir estamos falando sobre alguns deles, embora existam muitos outros que variam de um organismo pra outro.


  • Transtornos no Balanço Eletrolítico: Eletrólitos são minerais como potássio sódio que estão dissolvidos no sangue e outros fluidos.Eles devem estar presentes em uma quantidade muito especifica para proporcionar o funcionamento de nervos e músculos, incluindo o músculo cardíaco.Se laxantes e enemas modificam esse balanço, isso pode resultar em tremores, câimbras musculares e espasmos; em alguns casos parada cardíaca. O coração para e ao menos que a pessoa receba um tratamento médico de urgência, ela morre. Os vômitos também causam esse distúrbio no bálano eletrolítico.
  • Desidratação: Laxantes e enemas removem os fluidos do corpo resultando em média ou severa desidratação. Desidratação pode levar a fraqueza, visão turva, desmaios, tremores, danos renais e, em alguns casos morte. Alguns casos de desidratação requerem tratamento médico porque somente a ingestão de líquidos não é suficiente para hidratar células e tecidos rapidamente. Por isso é importante obter atendimento médico imediato par prevenir danos aos órgãos e morte.
  • Distensão do Colón ou Infecção do Colón: Existe um muco protetor que reveste o colón. Laxantes e enemas retiram este muco protetor tornando o cólon vulnerável a infecções. Enemas causam uma distensão no cólon e após algum tempo ele pode perder o tônus muscular, resultando em um cólon incapaz de fornecer as contrações musculares necessárias para mover o bolo fecal fora do seu corpo.

COMO PARAR DE ABUSAR DOS LAXANTES


Pessoas que usam laxantes logo percebem que não existe nenhum tipo de ganho com essa situação. Quando usam o laxante, esperam um resultado imediato e positivo ( que seria a "eliminação" do que se comeu, ou perder peso), entretanto o que ocorre é exatamente o oposto. Os sintomas mais comuns do abuso de laxantes são uma sensação de peso, de retenção e inchaço.

Como sabemos que os laxantes são extremamente prejudiciais, a melhor decisão é: PARAR DE TOMA-LOS.

A seguir algumas dicas que podem ajudar a abandonar esse habito prejudicial :


1. Pare agora de utilizar laxantes, e não utilize nenhuma quantidade, a menos que seu médico a instrua a faze-lo. Lembre que os laxantes do tipo estimulante são especialmente prejudiciais ao corpo (veja o lado reverso).

2. Beba no mínimo 6 a 10 copos de água (outros tipos de bebidas, só descafeinadas, porque a cafeína age como um diurético, promovendo a perda de líquidos) por dia.Restringir o consumo líquido leva a desidratação e piora a constipação ("intestino preso", "prisão de ventre").

3. Inclua alguma atividade física regular no seu planejamento diário, o que ajuda a regularizara a sua função intestinal, embora você deva discutir a intensidade e duração do exercício com o seu médico ( especialmente para quem sofra de algum tipo de distúrbio alimentar). Exercício demasiado ou muito intenso pode piorar a constipação, devido aos efeitos no metabolismo e na perda liquida.

4. Coma regularmente. É importante que você distribua a quantidade de alimento recomendada a você em seu planejamento diário de alimentação, através, ao menos de 3 refeições ao dia, e, não se esqueça de comer estas refeições em intervalos regulares.

5. Coma mais alimentos que promovam movimentos intestinais. O planejamento dietético mais saudável para promover a função normal do intestino deve conter: pães e cereais integrais, e o farelo ou alimentos mais whole-grain do trigo com o farelo do trigo adicionado. Esta aproximação dietética deve ser feita em combinação com uma ingestão líquida. Os vegetais e as frutas também contribuem para regularizar a função normal do intestino. As ameixas secas e o suco da ameixa seca não são recomendados porque o ingrediente nas ameixas secas que promove movimentos intestinais é um laxativo realmente irritante, e o uso a longo prazo das ameixas secas e do suco da ameixa seca pode resultar no mesmo problema que o uso a longo prazo dos laxantes.

6. Escreva a freqüência com que você vai ao banheiro em uma folha de papel. Se você ficar constipada por mais de 3 dias, chame seu médico ou nutricionista.

O que esperar quando você retira os laxantes ?
Não há nenhuma maneira de predizer exatamente como o fato de parar de tomar laxantes o afetará. Um exemplo: a quantidade ou o período de tempo em que os laxantes foram usados não são um indicador de como intensos os sintomas da retirada serão. A melhor maneira de diminuir os efeitos desagradáveis da retirada dos laxantes deve ser preparar-se para estes efeitos e desenvolver uma "plano de ação" para lidar com isso, caso os efeitos colaterais desagradáveis ocorram.

Os efeitos laterais mais comuns da retirada dos laxantes são:
Constipação do Intestino ( prisão de ventre)
Retenção de liquido
Sensação de Estomago inchado
Ganho provisório de peso

Ao ler a lista acima, você pode ver que a retirada dos laxantes é especialmente difícil para pessoas com distúrbios alimentares. Para quem já é altamente afetado por uma sensação de "sentir-se constantemente gordo", os sintomas referentes à retirada dos laxantes só pioram esse sentimento.Para ajudar-lhe a começar com o processo de retirada dos laxantes, é essencial lembrar que todo o ganho de peso associado com a retirada dos laxantes é apenas provisório.

Os sintomas da retirada dos laxantes não conduzem a um ganho permanente do peso
Quanto tempo a retirada dos laxantes durará?
Isto varia muito. Algumas pessoas têm estes sintomas por 2 dias; algumas outras pode tê-los por 2 a 3 meses. A maioria das pessoas apresenta os sintomas de abuso dos laxantes por 1 a 3 semanas após ter parado.

Fonte: http://gatda.sites.uol.com.br/laxantes.htm

18 comentários:

  1. Oi Miga fala serio depois dessa materia fiquei em estado de alerta,eu costumo tomar cha de senne pk o meu intestino as vezes naõ funciona,mas sempre em ultimo caso,mais um motivo pra ficar esperta,bjs

    ResponderExcluir
  2. Teve um tempo que eu usava laxantes, depois de uma noitada de pizzas ou churrascaria.
    Parei com isso, agora uso e abuso das fibras.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. oieeeeeee
    è vdd Re, kaxantes são um perigo mesmo...meu intestino é péssimo, mas quando nos alimentamos deforma correta e bebemos bastante água essa situação é revertida! fica ai o alerta! muito bom!

    bjok e boa semana light

    http://sanemagrecendo.blog.terra.com.br/

    ResponderExcluir
  4. gostei da brincadeira...vou "roubar" rssss

    ResponderExcluir
  5. amore!!!

    Parabéns pelo castigo cumprido..
    eu era rainha do Lactopurga, depois de tantas histórias resolvi parar até pq eu achava que estava emagrecendo com ele.
    E daí eu aprendi.
    E olha amei a máteria.
    bjs e aí viu o lance do wasabi!

    ResponderExcluir
  6. de mais...

    adorei a matéria..
    muito boa..

    obrigada pelo carinho digo eu a vc..
    vc é uma flor comigooo..
    eu tenho problemas com o mamão..
    ele me prende muito..
    agora com cereais é batata eu tomo e pronto..
    outra coisa boa para mim são os alimentos gordurosos..
    eles me ajudam bastante...

    bom..
    adorei a mmatéria..
    esse seu castigo vai me deixar mais inteligente e culta..

    obrigada..

    :***

    ResponderExcluir
  7. OLHA, ELA FEZ MUITO BEM EM TE MANDAR POSTAR ISSO! NÃO PODE....EU TB TENHO O INTESTINO MUITO PRESO...ACHO QUE FOI NO MÊS PASSADO QUE TOMEI LAXANTE, MAS TOMEI SOMENTE 2 COMPRIMIDOS E FOI POR CONTA DE 7 DIAS SEM IR AO BANHEIRO.....MAS NAO TOMEI MAIS, NAO TENHO ESSE COSTUME, É MUITO PERIGOSO, FORA QUE O INTESTINO PASSA A FUNCIONAR SOMENTE DESTA FORMA......

    BEIJOCAS!

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. nossa eu usei somente uma vez um laxante pq fiquei mtooo tmepo sem ir no banheiro...pelo amor de Deus, quase morri....eu imagino como deve ser dificil pra essas pessoas....boa matéria =D

    ResponderExcluir
  10. É RE, laxantes não é brincadeira não temos que ficar alertas!Um beijo grande e uma ótima semana

    ResponderExcluir
  11. Renata,

    Simplesmente adorei a materia!!
    Eu nunca fui de tmar laxante não mas tenho uma amiga que toma vou repassar essa mensagem para ela!!
    se cuida viu!!

    Bjinhuxxxxxxxxx

    ResponderExcluir
  12. Oi Rê!!!
    Ótimo post...
    Eu também era adepta do Lactopurga e outros laxantes... até que comecei a sentir taquicardia quando os tomava. Parei faz alguns anos já... sigo com meu intestino muito lento, mas prefiro métodos naturais como a mudança de alimentação... isso sim, tem me ajudado muito!
    Valeu, amiga!!!

    Uma ótima semana...
    Superbeijo,
    Cáie

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Nossa adorei o seu blog, tanto que resolvi fazer um pra mim tbm...

    ultimamente estou engordando muuuuuito e acho que um blog seria um estímulo para eu levar uma dieta até o fim neh...

    Estarei visitando mais vezes o seu blog... vou terminar de fazer o meu a noite pq estou sem tempo agora... depois da uma passadinha lá...

    Ah!! eu adorei esse ticker que marca o seu desempenho qto ja emagreceu e tal... tentei pegar no site mas nao entendi nada como faz... se puder vc pode me explicar?
    obrigada
    e sucesso

    ResponderExcluir
  14. AVEIA!!
    Muito importante para uma alimentação saudável, e ajuda muito no movimento intestinal.
    DETESTO mingau de aveia, mas comer com frutas e mel, ou como "farinha" junto à comida é uma delícia.
    Sofro com intestino preso e as vezes tomo laxantes naturais quando a situação fica crítica, como 1 semana sem ir ao banheiro. SEI, devo ir ao médico e tomar vergonha na cara já!
    Obrigada pela postagem, não sabia qual era o funcionamento dos laxantes, percebi o risco à minha saúde e tomarei providências quanto a isso.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir